Natura lança LiveShopping

maio 26, 2021

Natura lança LiveShopping, ferramenta de compras ao vivo

Solução de venda em tempo real chega ao Espaço Digital das consultoras da marca. Febre na Ásia, transmissões ao vivo vêm transformando a jornada de compra de consumidores em todo o mundo ao oferecer mais imersão e conteúdo personalizado.

A Natura acaba de ampliar seu portfólio de soluções digitais com o lançamento do Natura LiveShopping, ferramenta de compras ao vivo. A novidade, uma combinação de streaming de vídeo e e-commerce, aposta na interatividade e em conteúdos envolventes para tornar a experiência de venda e compra mais dinâmica e imersiva tanto para as Consultoras de Beleza Natura quanto para seus clientes.

Nos últimos anos, as sessões de transmissão ao vivo têm se tornado um fenômeno na Ásia, em especial na China, à medida que os consumidores anseiam por experiências e recomendações personalizadas. Até março de 2020, o país registrou 560 milhões de pessoas assistindo a programas de compras ao vivo, um aumento de 126 milhões em relação a junho de 2019, segundo um estudo publicado pelo China Internet Network Information Center. O valor do mercado chinês de compras ao vivo está avaliado em 66 bilhões de dólares, conforme a empresa de pesquisa de mercado iResearch. No Brasil, a tendência avança a passos largos. De acordo com dados do YouTube obtidos pela Revista Exame, a busca por conteúdo ao vivo cresceu 4.900% durante a quarentena.


Em 2020, a The Body Shop, parte do grupo Natura &Co ao lado de Natura, Avon e Aesop, já havia se tornado a primeira marca de beleza a fazer uma LiveShopping. Agora, o grupo expande a solução no Espaço Digital, dentro do SuperApp das Consultoras de Beleza Natura. Desde abril, a marca conduz um projeto piloto com um grupo selecionado de consultoras e líderes de negócio, muitas já habituadas às interações ao vivo nas redes sociais. O objetivo é expandir a ferramenta para toda a rede com interface e usabilidade simples e intuitiva.


Com mais de 74 mil seguidores no YouTube e mais de 25 mil no Instagram, o influenciador carioca Diogo Antônio da Silva, de 36 anos, se familiarizou rapidamente com o LiveShopping. “O fato de o cliente se interessar pelo produto e não precisar sair do meu Espaço para comprá-lo enquanto estou ao vivo é formidável. Me senti muito confortável com a ferramenta. Em 20 minutos a minha live estava montada”, comenta o consultor da Natura há 23 anos. “Tenho muito pouco tempo no meu dia a dia, então tudo o que traz funcionalidade e tecnologia é bem-vindo. É uma solução na qual todos ganham”, afirma Diogo.

Já a pernambucana Amanda Barros, consultora da Natura há 12 anos, não tinha tanta experiência com as transmissões em tempo real. O “Bazar da Amanda” costumava acontecer em vídeo-chamadas para grupos fechados por WhatsApp de moradores de Santa Cruz do Capibaribe e cidades próximas, nas quais a consultora exibia os produtos, mas sem aparecer. “Foi um desafio muito grande ir para a telinha e apresentar os produtos, mas foi incrível. Consegui ter um alcance muito maior e em todo o Brasil. Sinto que, com essas novas funcionalidades, os consumidores não me veem somente como uma consultora de beleza, mas como uma consultora online, que está sempre conectada. O cliente passa a te enxergar como uma profissional impecável”, avalia Amanda.


Segundo Agenor Leão, vice-presidente da Plataforma de Negócios da Natura &Co Latam, a expansão do Natura LiveShopping é um movimento natural na jornada de digitalização da marca, que desde 2012 vem apostando fortemente na ampliação de seu ecossistema digital. Entre os exemplos, o executivo cita o Voice Commerce, serviço de compra por voz por meio do Google Assistente, e o Social Selling, modelo que combina venda direta com redes sociais e que cresceu de forma acelerada com a chegada da pandemia. Na Natura, as vendas digitais tiveram alta de 253% de acordo com resultados do balanço do primeiro trimestre de 2021. Considerando a marca Natura na América Latina, o número médio de consultoras que compartilham conteúdos aumentou mais de 350%, e os pedidos por meio das mais de 1,3 milhão de lojas virtuais das consultoras na região cresceram 80% na comparação com igual período de 2020.

“O fato de sermos cada vez mais um ecossistema digital cria oportunidades exponenciais para a Natura. Ferramentas como o Natura LiveShopping empoderam as consultoras e melhoram a experiência dos clientes, além de fortalecer o vínculo das relações entre as pessoas, algo que valorizamos muito em nosso negócio. Temos hoje mais de 2 milhões de consultoras na América Latina, que, em breve, atenderão 20 milhões de consumidores online e que, por sua vez, formarão parte de uma rede de 200 milhões de consumidores no mundo, e que estarão cada vez mais online. E esse potencial é ainda maior quando olhamos para Natura &Co. Juntas, essas quatro empresas têm uma jornada importante pela frente. Nossa capacidade de promover e de compartilhar valor foi ampliada”, finaliza Agenor.

Sobre a Natura
Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Conta com mais de 1.8 milhão de consultoras na América Latina, sendo líder no setor de venda direta no Brasil. Faz parte de Natura &Co, resultado da combinação entre as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop. A Natura foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação de empresa B no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. É também a primeira empresa brasileira a conquistar o selo "The Leaping Bunny", concedido pela organização de proteção animal Cruelty Free International, em 2018, que atesta o compromisso da empresa com a não realização de testes em animais de seus produtos ou ingredientes. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México, Peru e Malásia, os produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as Consultoras, por meio do e-commerce, app Natura, nas lojas próprias ou nas franquias "Aqui tem Natura". 

Para mais informações, visite www.natura.com.br 
ou acesse os perfis da empresa nas redes sociais: LinkedIn,  Facebook e  Instagram.

Confira mais postagens

0 comentários